Expansão

A expansão e a diversidade de serviços prestados em áreas tão diversificadas, atrás mencionadas, levouà progressiva e abrangente formulação da frase carismática tal como hoje a temos: apoiar (AMPARAR) a vida e a vocação de todo o ser humano, de forma simples, pobre, abnegada, fraterna e humilde, em ambiente de família e numa atitude de total abandono à Divina Providência, vivendo hoje ao jeito da Sagrada Família de Nazaré e configurou a nossa acção na Igreja e no mundo, acção hoje centrada numa tríplice vertente: serviço doméstico, serviço social e serviço pastoral.

Cada uma de nós, Irmãs da Congregação da Divina Providência e Sagrada Família, ao integrar esta família religiosa aceitou a missão de viver o carisma com toda a autenticidade de que somos capazes, tornando-o vida através do nosso ser, da nossa oração[1], dos diversos serviços que prestamos, anteriormente referidos, onde quer que nos encontremos, assim como através da aceitação das oportunidades e provações que surgem no quotidiano. Temos consciência de que somos cooperadoras da Divina Providência, ou seja, que Deus cuida dos outros também através do nosso ser e da nossa acção, da nossa palavra, dos nossos gestos, de tudo o que possa ser ajuda.

A Congregação, hoje está presente em Portugal e Angola.

[1] O Fundador incutiu-nos muito a oração de intercessão pela santificação da própria família e pela fidelidade dos sacerdotes à vocação que Deus lhes confiou.